Encontro discute educação e inclusão nas comunidades pesqueiras

Alunos de São Cristóvão participaram da atividades do Encontro Regional

Cerca de vinte alunos do Polo Telecentro MARÉ de São Cristóvão participaram ativamente do Encontro Regional que discutiu a educação inclusiva para pescadores e aquicultores em Icapui-CE.

O objetivo do Encontro foi à promoção da troca de experiências e conhecimentos nas áreas de pesca e aquicultura, buscando estabelecer metas para a educação inclusiva nas comunidades de pescadores.

Dentro da temática proposta, após a solenidade de abertura, o evento foi marcado pelo relato de experiências dos Pólos integrantes da rede regional e por debates que envolveram entre outros temas, a ampliação do número de vagas nos cursos técnicos para o setor da pesca.

O coordenador do Polo Telecentro MARÉ de São Cristóvão, Manoel Caetano Davi comenta com alegria da importância do evento, “É importante haver essa interação entre os alunos e também a reunião dessas autoridades para que se empenhem cada vez mais para além de consolidar, ampliar o atendimento das comunidades pesqueiras, dando assim mais oportunidade de capacitação com efetiva distribuição de renda”, frisa Davi.

O Telecentro MARÉ é um programa de inclusão digital desenvolvido pelo Ministério da Pesca que foi implantado a nível nacional no ano de 2004. Em Areia Branca desenvolve atividades ligadas à educação digital de pescadores e filhos de pescadores desde 2010. Em São Cristóvão o Telecentro tornou-se Polo de Apoio Presencial nos cursos Técnico em Pesca e Técnico em Aquicultura, desenvolvido na modalidade de educação a distância pelo Instituto Federal do Paraná (IFPR).

Do Rio Grande do Norte, as cidades de Nísia Floresta, Ceará-mirim e Campo Grande também enviaram alunos e tutores ao evento. Os Polos dos estados do Ceará e Paraíba também registraram presença.