«

»

mar 09

Imprimir Post

Maré alta provoca transtornos em comunidades de Grossos

As águas salobra do rio Apodí-Mossoró invadiram as ruas das comunidades de Barra e Pernambuquinho (Foto: Ronaldo Josíno)

Nos últimos anos diversas localidades do litoral brasileiro, vem sofrendo com o avanço da maré. Algumas praias da região da Costa Branca, no estado do Rio Grande do Norte tem enfrentado sérios transtornos provocados pelo avanço das marés ou com marés altas inesperadas.

Ontem (08), a maré alta adentrou pelas ruas das praias de Barra e Pernambuquinho obrigando motoristas e motociclistas a trafegar na rua alagada com água salobra. Além disso, as fortes ondas do mar danificaram parte da barreira de contenção do acostamento da rodovia estadual Dehon Caenga que liga Grossos ao município de Tibau.

Esses estragos têm prejudicado pessoas das comunidades e aqueles que transitam entre as duas cidades. Caso não seja feito algo para conter o avanço do mar,  parte da estrada poderá ficar mais uma vez intransitável.

Fortes ondas danificam barreira de proteção e começam a danificar acostamento da Rodovia Dehon Caenga (Foto: Ronaldo Josino)

Com informações do Blog do Ronaldo (http://matematicadeaula.blogspot.com)

Link permanente para este artigo: http://vozdeareiabranca.com.br/2012/03/mare-alta-provoca-transtornos-em-comunidades-de-grossos/

1 comentário

  1. Aldenor Fernandes de Sousa

    Caro Jornalista,

    Sou areiabranquense e estou a 32anos no Acre, onde vi muitas alagações ocorridas por invernos muito intensos e concentrados em seis meses consecultivos de muita chuva; essas alagações são consequencia do avanço da população sobre áreas imprestáveis à habitação humana, é uma situação de conhecimento público e previsível, tanto quanto, o avanço das marés no Rio Grande do Norte. É ciclica a subida das marés, principalmente no ano bissexto, do qual compartilho, com meus 56 anos ou “14″ anos.
    O homem quando avança sobre a natureza tem que fazer com sabedoria, se assim não fosse, o Japão não construiría Aeroporto sobre o mar; em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, não haveriam sintuosos Edifícios de Hoteis e Residencias, são apenas exemplos, da mesma forma não teríamos o Porto Ilha. É apenas questão de tecnologia e respeito à natureza este avanço do mar sobre a natureza em nossa Terra.
    Um Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>